endometriose

Endometriose: o que é e como é detectada

Dor pélvica, aumento de fluxo menstrual, dificuldades para engravidar, dispareunia (dor no ato sexual), entre outros, são apenas alguns dos sintomas provocados pela Endometriose. Uma doença que acomete uma boa parcela das mulheres em idade reprodutiva (dos 16 aos 50 anos).

A prevalência de endometriose pode variar entre 16% em mulheres assintomáticas e até 30 % em mulheres inférteis.

O endométrio é a mucosa que reveste a parede uterina, a qual é renovada (sofre descamações) cada vez que a mulher tem uma menstruação. A rigor, após a renovação, esse tecido é expelido com o fluxo menstrual. A razão da endometriose, segundo uma das teorias, é que algumas das células do endométrio acabam migrando no sentido oposto, subindo pelas tubas uterinas e alojando-se na cavidade abdominal. Ali, multiplicam-se e provocam a doença. Endometriose é, portanto, a presença de células de endométrio em locais fora do útero. Corresponde à presença de tecido endometrial (estroma ou glândula) fora do seu sitio habitual.

Até hoje não se sabe precisamente as causas da endometriose. Muitos podem ser os fatores, desde herança genética, estilo de vida e hábitos alimentares. Por isso, não há efetivamente uma forma de prevenção. Mas, por outro lado, existem métodos diagnósticos bastante sofisticados e precisos, que ajudam o médico a prescrever o tratamento mais adequado à sua paciente.

A visita regular ao ginecologista para realização de exames periódicos de rotina é fundamental para a saúde feminina, já que, em alguns casos, a endometriose pode ser assintomática.

Tipos de Endometriose

A endometriose pélvica pode se manifestar de três formas:

– peritoneal ou superficial: constituída por implantes e ou aderências associadas ao processo inflamatório.

– ovariana: pequenos implantes na serosa ovariana e/ou cistos de conteúdo hemorrágico, chamados endometriomas.

– profunda ou infiltrativa: quando há uma penetração de pelo menos 5 mm no espaço retroperitoneal. Estas lesões geralmente situam-se em locais onde há musculatura lisa, como intestino ou bexiga.

A detecção da endometriose

O ideal é que, assim que notar um ou mais sintomas, a mulher consulte um ginecologista para um exame físico, no qual o médico verificará as condições da vagina, ovários, útero e conhecerá as queixas da paciente. Se o profissional desconfiar de endometriose procede a métodos mais específicos. Um deles é o exame laboratorial CA 125 (saiba mais sobre este exame aqui), feito por coleta de sangue, que ajudará na detecção do problema.

Entretanto, uma das áreas que mais vem evoluindo na identificação da doença é o diagnóstico por imagem. Hoje, o médico pode optar pela ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal. Essa última requer operadores altamente especializados e treinados, uma vez que nesse tipo de exame são coletadas imagens muito complexas. Geralmente é o primeiro e o mais comum método de imagem usado na avaliação das pacientes com sintomas pélvicos e infertilidade.

De qualquer forma, seja qual for a técnica escolhida, o importante é a paciente seguir sempre as orientações médicas e procurar locais confiáveis para realização de seus exames.

Onde fazer exames para detecção da endometriose?

A Easy Medicina Diagnóstica, clinica localizada na região central de São Paulo, oferece todos os métodos de diagnóstico por imagem e mantém equipe de profissionais treinada, que fornece toda a orientação necessária para a paciente.

A Easy Medicina Diagnóstica está localizada próximo à estação Vergueiro do metrô. A clínica atende pacientes particulares e de alguns convênios na modalidade de reembolso. Agendar os seus exames é simples, pela central de atendimento no (11) 2387-0064 e (11) 2387-0065 ou no Whatsapp (11) 97076-3717.

Não deixe sua saúde para segundo plano. Ao sinal de qualquer problema, consulte um médico.

Mantenha hábitos de vida saudáveis. Como praticar exercícios físicos regularmente, ter uma alimentação equilibrada, dormir bem e evitar álcool e o tabaco. A prevenção de doenças também é fundamental para uma boa qualidade de vida.

 

Conteúdo produzido com a colaboração do Dr. César Amaral de Camargo Penteado, médico e responsável técnico da Easy Medicina Diagnóstica

César Amaral de Camargo Penteado

– Radiologia e Diagnóstico por Imagem Hospital do Servidor Publico Estadual
– Coordenador de residência medica servidor publico estadual 2014-2016
– MBA em Saúde com enfase em clinicas e hospitais pela FGV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *