doação de sangue

A doação de sangue diminui muito no período do inverno

O inverno e os meses mais frios são críticos para os bancos de sangue. Neste período, o número de doadores costuma diminuir e o fornecimento de sangue para os hospitais fica em risco.

Uma bolsa de sangue pode ajudar a salvar até quatro vidas e auxiliar pessoas em diversas situações, como pacientes com problemas de coagulação, anemia, vítimas de acidentes, entre outras. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 3,5 milhões de pessoas no Brasil precisam de transfusões sanguíneas anualmente. Além disso, apenas 1,8 % da população brasileira é adepta da doação de sangue. Apesar de ser um número maior do que o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – 1% -, existe uma necessidade de fidelizar e incentivara doação de sangue pelo Brasil afora.

A doação de sangue é fundamental para impedir o cancelamento de procedimentos hospitalares como cirurgias por falta de bolsas de um determinado tipo de sangue. “A escassez de bolsas de sangue pode causar muitos transtornos nos hospitais, podendo causar problemas irreversíveis para o paciente e até levá-lo a óbito”, explica o Dr. Mauricio Imanobo – Biomédico e Coordenador Técnico, do Mello Centro de Diagnósticos. Outro ponto essencial é incentivar a doação de sangue por pessoas de diferentes grupos sanguíneos. Ao todo, são quatro tipos: A, B, AB e O, todos nos fatores RH positivo ou negativo.

A doação de sangue é simples, entretanto, alguns requisitos precisam ser seguidos:

  • Ter entre 16 anos e 69 anos. Com a condição de que a primeira doação tenha sido realizada antes dos 60 anos.
  • Menores de idade precisam se atentar para a documentação necessária, além de estar acompanhados pelos pais ou responsáveis.
  • Estar em boas condições de saúde
  • Pesar pelo menos 50kg.
  • Dormir pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Fazer uma alimentação balanceada, evitando comidas gordurosas nasquatro horas que precedem a doação de sangue.
  • Apresentar documento original com foto recente, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Nem todas as pessoas estão aptas para a doação de sangue nos hemocentros. Alguns impeditivos para o ato de boa ação são:

  • Pesar menos de 50 kg.
  • Ter menos de 16 anos e mais de 69 anos de idade.
  • Ter contraído hepatite após os 11 anos de idade.
  • Evidências clínicas ou laboratoriais de doenças infecciosas transmissíveis pele sangue, como AIDS (HIV), vírus HTVL I e II, Doenças de Chagas e Hepatites B e C.
  • Malária
  • Uso injetável de drogas ilícitas.

Outros impedimentos temporários para a doação de sangue, são:

  • Ser detectado com anemia no teste realizado antes da doação de sangue;
  • Estar com pressão arterial alta baixo no momento da doação de sangue;
  • Apresentar aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos;
  • Estar com febre no dia da doação de sangue;
  • Estar resfriado. Neste caso, deve respeitar o prazo de sete dias após o desaparecimento dos sintomas;
  • Ingerir bebida alcoólica nas 12 horas antecedentes a doação;
  • Fazer tatuagem ou maquiagem definitiva nos últimos 12 meses;
  • Grávidas devem aguardar 90 dias após parto normal e 180 dias para cesarianas;
  • Durante amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses);
  • Após realização de qualquer procedimento endoscópico (endoscopia digestiva alta, colonoscopia, etc), aguardar 6 meses;
  • Tratamento de canal ou extração dentária (verificar uso de medicação) aguardar 7 dias.
  • Após realização de cirurgia odontológica com anestesia geral, aguardar quatro semanas.
  • Em caso de realização de acupuntura, com material descartável, aguardar 24 horas; com laser ou sementes, está apto para doação; com materiais sem condições de avaliação, aguardar 12 meses.
  • Esperar 48 horas após aplicação da vacina da gripe.
  • Herpes genital ou labial: aguardar o desaparecimento das lesões.
  • Herpes Zoster: em condições após seis meses da cura.
  • Caso o doador compareça ao hemocentro acompanhado de crianças menores de 13 anos sem a presença de outro adulto, também será impedido de fazer a doação.

Viagens e deslocamentos também podem influenciar na doação de sangue

Pessoas que visitaram locais com alta incidência de malária e febre amarela devem se informar sobre o prazo para estarem aptas à doação. No caso da febre amarela, se foi contaminado pela doença, deve aguardar seis meses após recuperação completa e, se tomou a vacina, pode doar depois de quatro semanas.

Além disso, existe um tempo mínimo necessário entre uma doação e outra. Os homens devem respeitar um intervalo de 60 dias e, no máximo, quatro doações por ano, já as mulheres devem esperar 90 dias e, no máximo, três doações anualmente.

O processo de doação de sangue é simples e fácil

Ao chegar no hemocentro, o doador fará um cadastro, passará pela pré-triagem com a verificação dos sinais vitais e depois passará por uma entrevista individual e sigilosa. “É essencial que o doador seja sincero na entrevista, pois, caso não siga todas as recomendações, sua doação de sangue pode ser inapta para transfusão”.

Se o candidato estiver apto para a doação, será encaminhado para a coleta. O procedimento para a coleta de sangue é rápido e aproximadamente 450 ml de sangue, além de amostra para teste laboratorial serão coletados.Recomenda-se que após consumir o lanche que receberá ainda no hemocentro, o doador permaneça no local por pelo menos 15 minutos após a coleta e beba bastante água durante o dia.

“Aqui no Mello Centro de Diagnóstico incentivamos a doação de sangue entre os nossos colaboradores. Este ano, a campanha interna (Quem doa sangue, doa vida!) premiará com ingressos de cinema os colaboradores que mais incentivarem amigos e familiares a doarem sangue”, completou Débora Pereira Zafalon, responsável pela Gestão de Pessoas na empresa.

Para se tornar um doador é simples, basta procurar o hemocentro mais próximo à sua residência no site do Ministério da Saúde e apresentar a documentação exigida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *